Prezados associados e amigos,

Acreditando na retomada de mercados e do setor de eventos, bem como aproveitando o momento aquecido pelo qual a indústria e o design de móveis brasileiro atravessa, inclusive no mercado externo, com as exportações do setor crescendo 72,1% no primeiro semestre de 2021 em relação ao mesmo período de 2020 (veja dados abaixo), a ABIMÓVEL – Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário em parceria com a Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos preparam ações conjuntas em Milão neste ano, fruto do acordo mantido por meio do Projeto Brazilian Furniture. No que será a maior participação do setor moveleiro nacional por lá, tanto no Salone del Mobile quanto no Fuorisalone.

É com muita satisfação que trabalhamos focados na promoção das exportações e da imagem, bem como do potencial criativo e produtivo da indústria e dos designers brasileiros ao redor do mundo, por meio do Projeto Setorial Brazilian Furniture e do Programa de Design Integrado à Indústria.

Além disso, continuamos atuando também em conjunto a outros importantes órgãos, ao Congresso Nacional e demais entidades na defesa dos interesses da nossa indústria e setor, propondo e apoiando a implantação de incentivos fundamentais para o aperfeiçoamento do ambiente de negócios em nosso País, tal qual a desoneração da folha de pagamentos e do regime de ex-tarifários, entre outras pautas estratégicas para o empreendedorismo e a produção nacional.

Boa leitura!

São Paulo, agosto de 2021

Direção da ABIMÓVEL

Milão 2021: supersalone e Fuorisalone abrem suas portas já neste fim de semana

Começa oficialmente a contagem regressiva para Milão 2021, com as ações brasileiras por lá sendo iniciadas já a partir deste fim de semana. Com uma dinâmica mais compacta e interativa do que em outras edições, o supersalone, versão especial do Salone del Mobile.Milano em 2021, ocorre de 05 a 10 de setembro; enquanto o Fuorisalone se estende até o dia 19. Confira a programação do Brasil por lá:

supersalone

O móvel brasileiro estará presente no Pavilhão 03 do Rho Fiera Milano, um dos espaços mais almejados da feira, com a presença de 10 empresas brasileiras associadas ao Projeto Setorial Brazilian Furniture, iniciativa da ABIMÓVEL e da Apex-Brasil. São elas: by Kamy, Cristais São Marcos, estudiobola by Rizzon, Florense, Lovato, Modalle, Ornare, Sier, Tidelli e Uultis.

Assinada pelo escritório brasileiro Moreira do Valle, sediado em São Paulo, a cenografia é baseada em tons de verde que remetem às cores do Brasil, e busca mostrar o potencial da diversidade do nosso País e design.

Fuorisalone: Brasil – Design em Movimento

A programação brasileira em Milão, ainda conta com um evento exclusivo no Fuorisalone: a mostra “Brasil – Design em Movimento”, organizada pela Apex-Brasil também com a colaboração da ABIMÓVEL. Ao todo, o evento conta com cerca de 50 empresas e designers nacionais de diversos segmentos, 20 dos quais estão ligados ao Brazilian Furniture. A mostra ocorre de 04 a 19 de setembro, em um dos locais mais pulsantes da capital mundial do design: a Università Degli Studi di Milano, durante a exposição “Creative Connections”, realizada pela INTERNI, criadora do Fuorisalone, que celebra três décadas em 2021. Ocupando um espaço de 300 m² sob os arcos do Pórtico Richini e a curadoria também liderada pelo escritório Moreira do Valle, os participantes irão apresentar o que há de mais global e ao mesmo tempo brasileiro em termos de estética, funcionalidade, matérias-primas, técnicas e sustentabilidade.

Lounge Brasil

À convite da Apex-Brasil, ainda, a ABIMÓVEL ambientou o lounge brasileiro em Milão. O espaço será a Casa do Brasil durante o Fuorisalone, sendo totalmente direcionado para o relacionamento das indústrias e designers brasileiros com o mercado internacional, possibilitando a divulgação dos produtos nacionais ao público e jornalistas de diversas partes do mundo. O espaço conta também com uma exposição de peças criadas pelos designers nacionais que integram o programa de Design Integrado à Indústria, mais uma ação ligada ao escopo do Projeto Brazilian Furniture. São eles: Aciole Félix, Bruno Faucz, Daniel Simonini, Diogo Giácomo Tomazzi, Emerson Borges, estudiobola, Fabrício Roncca, Henrique Steyer, Lattoog, Marcelo Bilac, Mula Preta, entre outros. Estará por lá também a premiada Adega Cacho, peça coroada com o iF Gold Award — considerado o “Oscar” do design mundial. O projeto é assinado por Dimitri Lociks Cavalcanti de Gusmão e Simone Turíbio Brígido, do escritório brasiliense Choque Design, para a marca catarinense Móveis James, tendo sido inscrito no iF Design Award por meio do Projeto Brazilian Furniture.

2ª Edição consolida PROJETO FORNECEDOR no calendário moveleiro nacional

Reunindo compradores e fornecedores exclusivamente nacionais ligados à cadeia de móveis e colchões, o PROJETO FORNECEDOR chegou a sua segunda edição no último mês de julho, consolidando resultados ainda maiores tanto no número de entidades parceiras quanto de empresas participantes e negócios realizados.
Veja outros resultados e saiba mais sobre o PROJETO FORNECEDOR:

Exportações brasileiras de móveis e colchões apresentam avanço de 72,1% no 1º semestre

Somando números expressivos neste ano, as exportações brasileiras de móveis e colchões fecharam o primeiro semestre de 2021 com um avanço de 72,1% em relação ao mesmo período em 2020. É verdade que a ruptura sofrida na primeira metade do ano passado, quando houve queda de 17,4% nas exportações do setor, impulsionou o acumulado nesta comparação para cima. Os resultados consolidados a partir da explosão na venda global de móveis em junho de 2020 confirmam a estabilidade nas exportações moveleiras nacionais, com um aumento de 41,3% na quantidade de peças exportadas nos últimos 12 meses.
O destaque das exportações em junho ficou por conta dos estofados, que no sexto mês do ano cresceu 122% na comparação com o mês imediatamente anterior. Chama a atenção, também, a estabilização das exportações na categoria “móveis de aço”, uma das mais abaladas pela ruptura na cadeia de fornecimento das indústrias geradas a partir do acirramento da pandemia no mundo. O segmento avança em ritmo positivo, com aumento de 103,2% no volume exportado em junho sobre maio deste ano.

Os indicadores são do estudo “Monitoramento das Exportações de Móveis e Colchões”, desenvolvido pelo IEMI – Inteligência de Mercado para a ABIMÓVEL e a Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos. Veja mais números comentados CLICANDO AQUI.

ABIMÓVEL solicita e apoia renovação dos benefícios de ex-tarifário para importadores nacionais

CNI e entidades setoriais cobram ação do governo para reduzir custos do transporte marítimo

Uma agenda com 11 propostas para reorganizar o transporte marítimo internacional e diminuir custos relacionados às operações logísticas foi enviada pela CNI – Confederação Nacional das Indústrias para o Governo Federal na metade do mês de agosto.

A agenda propositiva, pensada como uma resposta à crise provocada pela pandemia de Covid-19, foi formulada pela CNI a partir de reuniões e webinars organizados em julho com representantes de diferentes segmentos do setor industrial brasileiro. Dos 128 participantes, a falta de contêineres ou navios foi apontada por mais de 70%; o aumento no valor do frete é sentido por 76% deles nas exportações e 96% nas importações.

O documento é assinado pelo GT Comércio Exterior & Logística da CNI em conjunto com 34 empresas e associações setoriais. Entre as principais propostas estão:


 

Leia mais sobre o assunto e tenha acesso aos ofícios enviados ao Governo Federal.

Setores que mais empregam alertam para risco de demissão em massa com fim da desoneração da folha

A Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados promoveu no último dia 25 de agosto, audiência pública para debater o Projeto de Lei 2541/2021, de autoria do deputado Efraim Filho (DEM-PB), que prorroga a desoneração da folha de pagamentos até o final de 2026. Permitindo, assim, a substituição da Contribuição Previdenciária pela Contribuição sobre a Receita Bruta (CPRB). Sem essa prorrogação, a desoneração é válida somente até o final deste ano.

O encontro reuniu, de forma híbrida (remota e presencial), representantes dos 17 setores econômicos que mais empregam no País, incluindo o moveleiro. É importante observar que hoje o setor do mobiliário não está contemplado na desoneração da folha. No entanto, a ABIMÓVEL vem trabalhando na sua reinclusão, com esta sendo uma das principais pautas na atual agenda da entidade. Veja nosso posicionamento e acompanhe a PL 2541:

Inflação na indústria nos sete primeiros meses de 2021 já ultrapassa acumulado do ano passado e é a maior de toda a série histórica

Quer ficar por dentro da Semana de Design de Milão? Continue acompanhando a ABIMÓVEL e não perca nossos conteúdos diários sobre o maior evento moveleiro do planeta.